As deformidades congênitas envolvendo a mama podem ser mínimas, desde pequenas assimetrias de mamilo ou complexo aréolo-mamilar e pequenas assimetrias de volume até assimetrias importantes de forma, volume e posição da mama na parede torácica. Mesmo quando as alterações são pequenas, causam grande sofrimento para as pacientes, exigindo correções cirúrgicas complexas que tratam a deformidade com a menor sequela secundária possível. Entre as síndromes congênitas envolvendo a mama, a Síndrome de Poland é a principal, caracterizada por anormalidades da mama e da parede torácica, anomalias vertebrais e deformidades do membro superior.

Logo Síndrome de Poland

Síndrome de Poland

Síndrome de Poland

As deformidades congênitas envolvendo a mama podem ser mínimas, desde pequenas assimetrias de mamilo ou complexo aréolo-mamilar e pequenas assimetrias de volume até assimetrias importantes de forma, volume e posição da mama na parede torácica. Mesmo quando as alterações são pequenas, causam grande sofrimento para as pacientes, exigindo correções cirúrgicas complexas que tratam a deformidade com a menor sequela secundária possível. Entre as síndromes congênitas envolvendo a mama, a Síndrome de Poland é a principal, caracterizada por anormalidades da mama e da parede torácica, anomalias vertebrais e deformidades do membro superior.

Há várias teorias sobre a causa dessa síndrome, sendo atribuída a alterações na formação embrionária, fatores genéticos ou deficiências hormonais. A incidência é estimada em 1:25.000 a 1:32.000 nascimentos. A razão, entre homem e mulher, é de 3:1, e 75% dos pacientes apresentam o lado direito afetado.

As deformidades da parede torácica são menos perceptíveis ao nascimento que as da mão e incomodam mais as pacientes durante a adolescência, quando a alteração se acentua pela ausência ou assimetria do desenvolvimento mamário. Na síndrome de Poland, a ausência ou hipoplasia dos músculos peitorais oferece uma cobertura pobre para a reconstrução da mama com prótese, causando a deformidade que mais incomoda as pacientes: a prega de pele no pilar axilar anterior.

Várias alternativas foram propostas para o tratamento cirúrgico dessas deformidades com resultados insatisfatórios e limitações importantes. Expansor de tecidos para expandir a pele local e permitir a colocação de uma prótese ou o uso de retalhos musculares ou miocutâneos, dependendo do grau de deformidade, podem ser usados com o objetivo de solucionar tais problemas, porém não modelam a mama satisfatoriamente e deixam deformidades importantes em suas áreas doadoras do retalho. Além disso, estas alternativas cirúrgicas dificilmente oferecem bom resultado estético.

A Dra. Sirlei Costa publicou, em 1998, pela primeira vez na literatura mundial, o uso do retalho de omento dissecado por videolaparoscopia para reparar as deformidades da mama, na síndrome de Poland. Esta técnica é considerada a melhor opção de reconstrução da mama com síndrome de Poland, oferecendo um resultado estético muito interessante.

O centro de cirurgia reconstrutiva em Porto Alegre-RS tem uma equipe cirúrgica altamente qualificada e familiarizada com este procedimento e, sendo referência internacional no tratamento desta patologia, tem recebido pacientes de muitas partes do mundo.

O uso da transposição do retalho de omento dissecado por videolaparoscopia, para reconstruir as deformidades mais frequentes causadas por essa síndrome, permite alcançar melhor contorno da mama, refazer o pilar axilar anterior e preencher a depressão infraclavicular. Também deixa a prótese melhor coberta e menos perceptível, obtendo melhor simetria com o hemitórax oposto. Além disso, o uso da videolaparoscopia torna o procedimento menos agressivo e não são necessárias deformidades adicionais de zona doadora de tecido.

Saiba mais no artigo sobre Síndrome de Poland de autoria da Dra. Sirlei Costa.

R. Florêncio Ygartua, 288 / 1004
Bairro Moinhos de Vento
Porto Alegre – RS
Fones +55 (51) 3333.9409

R. Florêncio Ygartua, 288 / 1004
Bairro Moinhos de Vento
Porto Alegre – RS
Fones +55 (51) 3333.9409

CONTATE-NOS PELO WHATSAPP